quinta-feira, 10 de março de 2011

Dia da mulher

O dia da mulher passou (COMPLETAMENTE ofuscado pelo carnaval...), mas ainda dá pra fazer mais uma reflexão daquelas! (Na verdade, escrevi esse texto ano passado, só para uns amigos, agora estou compartilhando na blogosfera).

Sugestão: leia o post ouvindo essa música (ou ouça antes, ou depois, ou não ouça, ou não leia, ou faça o que quiser...)




O dia internacional da mulher não era pra ser uma data machista, mas acabou se tornando.

Eu não parabenizo as mulheres nessa data. Por que eu faria isso??? O que as mulheres que eu conheço fizeram que mereça parabéns pelo simples fato de serem mulheres? Afinal, as mulheres não lutaram tanto para que fossem tratadas como iguais? (Como de fato são!)

Para mim, isso é uma atitude machista; como se os homens devessem parabenizá-las por conseguir fazer tudo o que eles fazem! Elas são inferiores a eles? Eu acho que não.

O 8 de março deveria ser uma data para lembrarmos da vergonha que os homens imprimiram na história e das histórias de todas as mulheres que no passado lutaram e morreram por seus direitos (aliás, deveríamos lembrar disso todos os dias, mas isso já é outra reflexão...) . Elas é que merecem parabéns, porque com seu amor e seu sangue mudaram o mundo (embora saibamos que ainda existem muitas coisas a mudar).

Mas quantos se lembrarão disso hoje??? Os homens apenas desejam parabéns, dão uns beijos e abraços. E as mulheres, o que é pior ainda, se satisfazem com isso!!! Aquelas coniventes com isso, na minha opinião, jogam fora toda a herança que suas antecessoras deram a vida para conquistar. É muito fácil desvalorizar o que não lutamos para ter!!!

Talvez elas achem que sempre foi possível falar o que pensa, ter amigos e fazer amor com quem quiser, e que o dia das mulheres existe só para receber flores e alimentar o ego feminino. É por atitudes assim que nossa sociedade ainda não se livrou de vez do machismo; homens e MULHERES ainda acham que elas são florzinhas delicadas que têm que ser cuidadas, princesas virgens que têm ser resgatadas, seres que merecem ser parabenizados pelo simples fato de terem dois cromossomos X...

É claro que existem diferenças inerentes aos dois sexos, mas isso não justifica muitos comportamentos sociais que vemos hoje. Se as mulheres querem igualdade de fato, ajam como iguais e exijam dos homens que as tratem assim. Podemos começar nem dando nem aceitando parabéns hoje, certo? ;D